sábado, 8 de agosto de 2009

FIA ESCOLHERÁ UMA EQUIPE PARA COMPOR A VAGA DEIXADA PELA BMW

A escolha de uma escuderia que sonha com uma promoção à Fórmula 1 por parte da FIA(Federação Internacional de Automobilismo), promete mais uma vez causar reboliço e polêmica. Os times premiados no dia 12 de Junho - USF1, Campos e uma equipe que não estava sendo citada pela imprensa especializada, a Manor - da F3 inglesa, esta última que gerou uma enorme discussão e questionamento por parte de muitos que afirmaram que faltou transparência e lisura nesta primeira seleção, devido a Manor ter sido escolhida pela FIA antes mesmo de aparecer na lista final. Com o anúncio da BMW Sauber, que deixará a categoria máxima ao final de 2009, abriu-se mais uma possibilidade de uma equipe ser arrebatada para compor a vaga deixada pelo time da Baviera. Já manifestaram interesse a espanhola Epsilon Euskadi de Joan Villadelprat e a Prodrive de David Richards que pode contar com o apóio da Mercedes-Benz. Peter Sauber, ex chefe de equipe antes de sua escuderia ser adquirida pela BMW, detem 20% do time, e pretende ainda salvá-la para a mesma permanecer na categoria. A principal patrocinadora Petronas(uma empresa de petróleo da Malásia), também manifesta a mesma vontade. Mas infelizmente Peter Sauber perdeu o prazo para integrar a assinatura do novo Pacto da Concórdia, definido e acordado pelas equipes, a FIA e a FOM, na última quinta feira. Resta mesmo a entidade presidida por Max Mosley escolher a nova escuderia para preencher a lacuna deixada pela BMW. Que a nova seleção tenha o mínimo de decência e imparcialidade desta vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário